Cuidados com os idosos no inverno

Nos meses de inverno, alguns cuidados são importantes, especialmente com os idosos.

Nesta época, existe o risco de hipotermia, de lesões (rachaduras) de pele e de mucosas e de desidratação (devido à menor ingesta de líquidos) e muito importante, de aumento da intensidade de dor crônica associada a condições já existentes, como osteoartrose, artrites, tendinopatias e sequelas de fraturas. As dores aumentam porque o frio causa uma contratura das partes moles (músculos e tendões), provocando dor; além disso, dor gera imobilidade, irritabilidade e distúrbios de sono, que intensificam mais a dor, como um ciclo vicioso.

Durante o inverno, as infecções respiratórias também aumentam. Fato que estamos vivendo: uma pandemia causada por um vírus respiratório (o novo coronavirus  – SARS CoV), num contexto em que já existe os  surtos de gripe por  vírus Influenzae, inclusive o H1N1.

 

Algumas medidas para os cuidados dos idosos durante o inverno:

-Usar roupas e agasalhos adequados, incluindo meias se necessário, pois as extremidades tendem a ficar mais frias.

-Ingerir bebidas mornas, além de sopas que ajudam a aquecer o corpo.

-Tomar banhos mais rápidos com temperatura da água morna, evitar água muito quente.

-Durante a noite pode ocorrer a queda da temperatura corporal, por isso  se recomenda o uso de cobertores. O frio pode deixar o paciente inquieto e prejudicar o sono.

-Manter o calendário vacinal em dia, especialmente para vacinas contra gripe e pneumonia.

-Fazer exposição ao sol e conversar com o seu Geriatra sobre a necessidade ou não de reposição de vitamina D.

-Manter a casa arejada, abrindo as janelas durante todo o dia.

E o mais importante atualmente: enquanto não surgir uma vacina para o COVID 19 (infecção pelo coronavírus), não há medicamento milagroso que possa prevenir essa infecção. Até que essa pandemia seja de fato controlada, é essencial o uso de máscaras de proteção, a lavagem incessante das mãos com água e sabão, o uso de álcool gel e o distanciamento social. Evitar ao máximo sair de casa; se necessário sair, manter pelo menos 1,5 metros de distância das pessoas, sempre usando máscara de proteção.  Ao chegar em casa, deve-se imediatamente deixar roupas e sapatos separados na área de serviço e tomar banho completo.

Todo cuidado parece pouco, mas se cada um de nós faz sua parte, protegemos o outro e cuidamos de nossos idosos!!

 

Projeto Cuidar

Geriatra

Dra Eliza de Oliveira Borges

CRM-GO 14388 RQE: 9751

Contato: (62) 3218-5034

Endereço: Viva Bem – Rua 132, nº 159, Setor Sul – Goiânia – Goiás.

CEP: 74935-210

 

Sobre a Dra Eliza de Oliveira Borges

– Graduação em Medicina pela Universidade Federal de Goiás;

– Residência em Clínica Médica pelo Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO);

– Residência em Geriatria pelo Hospital de Urgências de Goiânia;

– Titulada em Geriatria pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG);

– Pós-graduação em Cuidados Paliativos pelo Instituto PalliumLatinoamérica / Medicina Paliativa, Buenos Aires- Argentina;

– Preceptora da Residência de Clínica Médica do Hospital Alberto Rassi- HGG;

– Integrante do Núcleo de Apoio ao Paciente Paliativo (NAPP), Hospital Alberto Rassi- HGG;

– Presidente da  Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia –  Seção Goiás ( gestão 2020- 2022)

Mostre mais

Dra. Eliza de Oliveira Borges

Dra. Eliza de Oliveira Borges é Médica Geriatra.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Whatsapp
1
Agende sua consulta com a Dra Eliza!
Agende sua consulta com a Dra Eliza de Oliveira Borges!