O impacto da Aposentadoria na saúde do idoso

Um envelhecimento saudável ocorre quando se preserva o funcionamento físico e mental e os relacionamentos e atividades sociais. Para alcançar este objetivo, as orientações sobre dieta e prática de atividade física e cognitiva são os pontos mais importantes.

O domínio físico apresenta grande influência na qualidade de vida global dos idosos, porém não podemos ignorar as alterações psicológicas e sociais desta etapa da vida. São desencadeadas por vários fatores e entre os principais podemos destacar a aposentadoria, que pode trazer consigo a desvalorização social, gerando muitas vezes um sentimento de inutilidade. O que por sua vez afeta a identidade, autoestima e sentido de vida do idoso.

Para alguns a aposentadoria é assimilada de forma positiva, sob uma perspectiva de reorganização da vida, mas, para outros, é significativamente prejudicial, podendo afetar o humor. Tal comprometimento pode ser manifestado por meio de diversos sentimentos e sintomas como ansiedade, depressão, irritabilidade e insatisfação generalizada, contribuindo para a redução da qualidade de vida do idoso.

Além disso, a aposentadoria pode repercutir de forma indireta sobre o funcionamento cognitivo do idoso. Em muitos casos, o indivíduo aposentado tem as suas redes sociais e atividades diárias reduzidas. Sabe-se que quanto maior o engajamento social, estimulação intelectual e atividades físicas, maiores as chances de prevenir o declínio cognitivo e as demências.

As repercussões da aposentadoria relacionadas ao âmbito emocional também podem interferir nos padrões alimentares. No período anterior à aposentadoria, os momentos destinados à alimentação eram compartilhados com os colegas de trabalho e familiares. Porém com a aposentadoria, muitas vezes ocorre a solidão familiar e social que pode levar a perda do interesse pela alimentação.  A diminuição do poder aquisitivo do aposentado também contribui para que haja empobrecimento nutricional das refeições, levando ao aumento de peso e maior predisposição a doenças como diabetes, hipertensão e outras.

 

Projeto Cuidar

Geriatra

Dra. Eliza de Oliveira Borges

CRM-GO 14388 RQE: 9751

Consultas e visitas domiciliares: (62) 3218-5034

Endereço: Viva Bem – Rua 132, nº 159, Setor Sul – Goiânia – Goiás. CEP: 74935-210

Mostre mais

# Geriatria Goiânia

Redação do Geriatria Goiânia

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar