Covid-19 e Idosos

Devido à pandemia que estamos vivendo, é importante o cuidado redobrado, especialmente em relação aos idosos, que estão em situação mais vulnerável frente às consequências da doença Covid-19. Isso se deve à fragilidade, às doenças coexistentes e a imunossenescência (processo de queda da imunidade pelo envelhecimento fisiológico).

Já estão exaustivamente veiculados pela imprensa e pelas redes sociais as medidas de prevenção. Não podemos subestimar a alta transmissibilidade do vírus. Por isso, não é demais reforçar a necessidade constante de lavar as mãos, limpar objetos de uso frequente com álcool 70%, policiar-se para não tocar os olhos e nariz aleatoriamente, evitar ao máximo o contato com aglomerações, especialmente evitar o contato com pessoas com sintomas respiratórios. Ao adentrar a casa, importante ter um ambiente para deixar roupas e sapatos e, idealmente, tomar banho e trocar a vestimenta, antes de ter contato com o idoso, quando isso é inevitável (como acontece com os cuidadores, por exemplo).

É muito importante ressaltar que nem todo sintoma respiratório deve motivar a procura de um pronto socorro. Tosse seca, falta de ar, febre, dor no corpo e queda do estado geral são os sintomas mais comuns. A diarreia, apesar de menos comum, pode ocorrer e precipitar desidratação.  Mas, como em outras situações, o idoso pode apresentar sinais atípicos, como confusão mental e queda. Esses sintomas atípicos, além de queda do estado geral, febre e falta de ar, são sinais de alarme e indicam a necessidade de atendimento médico.

Por outro lado, diante deste contexto novo e desafiador da pandemia, também não podemos subestimar a descompensação de outras doenças e negligenciar o cuidado ao idoso frágil e com multimorbidades. O idoso, portanto, torna-se vulnerável a complicações do Covid- 19 e à insuficiência dos serviços de saúde. Por isso é de vital importância para os idosos o rigor na manutenção do tratamento de doenças crônicas, o cuidado com a hidratação e com a alimentação.

 

Projeto Cuidar

Geriatra

Dra Eliza de Oliveira Borges

CRM-GO 14388 RQE: 9751

 

Agende sua consulta!

Contato: (62) 3218-5034

Endereço: Viva Bem – Rua 132, nº 159, Setor Sul – Goiânia – Goiás.

CEP: 74935-210

Site: https://geriatriagoiania.com.br

 

Sobre a Dra Eliza de Oliveira Borges

– Graduação em Medicina pela Universidade Federal de Goiás;

– Residência em Clínica Médica pelo Hospital de Urgências de Goiânia;

– Residência em Geriatria pelo Hospital de Urgências de Goiânia;

– Titulada em Geriatria pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG);

– Pós-graduação em Cuidados Paliativos pelo Instituto PalliumLatinoamérica / Medicina Paliativa, Buenos Aires- Argentina;

– Preceptora da Residência de Clínica Médica do Hospital Alberto Rassi- HGG;

– Integrante do Núcleo de Apoio ao Paciente Paliativo (NAPP), Hospital Alberto Rassi- HGG;

– Secretária Geral na Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia Seção Goiás.

Mostre mais

# Geriatria Goiânia

Redação do Geriatria Goiânia

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Whatsapp
1
Agende sua consulta com a Dra Eliza!
Agende sua consulta com a Dra Eliza de Oliveira Borges!